sexta-feira, 25
 de 
junho
 de 
2021

Curitiba segue entre as capitais que mais geram empregos

Emprego. Foto: José Fernando Ogura/AENOs dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), recém-divulgados pelo Ministério da Economia, mostram que Curitiba segue entre as primeiras capitais em termos de geração de empregos. Em julho, a cidade foi a terceira do país a criar mais vagas, com um saldo positivo de 2.684 empregos, atrás apenas de Belo Horizonte (3.829) e São Paulo (6.327).

No acumulado de janeiro a julho, Curitiba é a segunda cidade que mais criou empregos dentre os mais de 5 mil municípios brasileiros (saldo de 15.632 vagas), depois apenas do município de São Paulo (50.251 empregos criados).

“Curitiba é estratégica quando falamos em geração de postos de trabalho por ter a maior concentração populacional do Estado. Por isso atuamos de forma intensa na Agência do Trabalhador da capital e fomentamos programas de geração de emprego e renda na região. O resultado é este, o melhor saldo de empregos na capital paranaense nos últimos cinco anos”, analisa o secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

A Agência do Trabalhador de Curitiba tem intensificado os esforços de intermediação de mão de obra para acelerar a colocação dos trabalhadores no mercado. De janeiro a julho, cerca de 10 mil pessoas já foram atendidas e encaminhadas para entrevistas em empresas. Em média, cada trabalhador que procura a agência é encaminhado para cinco entrevistas de emprego.

Paraná – Entre os estados, no acumulado de janeiro a julho de 2019, o Paraná manteve a quarta colocação no ranking das unidades federativas que mais geraram empregos, com um saldo de 40.537 vagas – um crescimento expressivo de 15,4% em relação ao mesmo período do ano passado (35.131 vagas de janeiro a julho de 2018).

Serviço – A Agência do Trabalhador de Curitiba fica na Rua Pedro Ivo, 503, no Centro, e atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Ranking de geração de emprego nas capitais (saldo de janeiro a julho de 2019)

  • São Paulo: 50.251
  • Curitiba: 15.632
  • Brasília: 14.884
  • Belo Horizonte: 13.824
  • Manaus: 7.092
  • São Luiz: 4.356
  • Goiânia: 2.890
  • Vitória: 2.842
  • Campo Grande: 2.358

Fonte: AEN

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email