segunda-feira, 29
 de 
novembro
 de 
2021

Conferência de Assistência Social é realizada em Piên

Prefeito Maicon Grosskopf esteve presente na abertura do evento. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Piên

Evento teve como tema ‘Assistência Social: direito do povo e dever do Estado, com financiamento público, para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social’

A Secretaria de Assistência Social e Defesa Civil de Piên realizou, na última semana, no auditório do CRAS, a 13ª Conferência de Assistência Social. O evento foi realizado em dois dias, contando com o tema ‘Assistência Social: direito do povo e dever do Estado, com financiamento público, para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social’.

O evento é um espaço de debate por excelência, que tem como atribuição a avaliação da política de Assistência Social e a definição de diretrizes para o aperfeiçoamento e o desafio constante de consolidação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), nas esferas municipal, estadual e federal. Na oportunidade, foram tratados assuntos de suma importância, realizando o diálogo entre autoridades e munícipes.

Presente da abertura da conferência, o prefeito Maicon Grosskopf destacou a importância da união entre poder público e população para achar meios de auxiliar as pessoas que possuam vulnerabilidade social. “Temos que unir forças e traçar estratégias para que estas pessoas possam sair da condição que se encontram”, frisou o prefeito.

Palestrante Uilson José abordou sobre assuntos relacionados ao setor da Assistência Social. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Piên

Durante o evento, o palestrante Uilson José, que também é assistente social, fez uma palestra sobre Assistência Social: direito do povo e dever do Estado, com financiamento público, para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social, e apresentou os cinco eixos que foram debatidos, sendo o Eixo 1 – A proteção social não-contributiva e o princípio da equidade como paradigma para a gestão dos direitos socioassistenciais no enfrentamento das desigualdades; Eixo 2 – Financiamento e orçamento como instrumento para uma gestão de compromissos e corresponsabilidades dos entes federativos para a garantia dos direitos socioassistenciais; Eixo 3 – Controle social: o lugar da sociedade civil no SUAS e a importância da participação dos usuários; Eixo 4 – Gestão e acesso às seguranças socioassistenciais e a articulação entre serviços, benefícios e transferência de renda como garantias de direitos socioassistenciais e proteção social; Eixo 5 – Atuação do SUAS em Situações de Calamidade Pública e Emergências.

Ao final os participantes se reuniram em grupos para discutir ações para aperfeiçoar a política da assistência social. A conferência ainda escolheu os representantes governamentais e não governamentais para compor o Conselho Municipal de Assistência Social para o biênio 2021-2023.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email