segunda-feira, 21
 de 
junho
 de 
2021

Comunidade católica de Piên tem novo diácono

Diácono Paulinho (ao centro) foi ordenado no domingo

Em missa realizada na tarde deste domingo (30), Piên passou a ter mais um diácono a serviço da igreja católica. O ato, restrito a convidados devido à pandemia do novo coronavírus, ocorreu no Santuário de Nossa Senhora das Graças, mas a população pôde acompanhar a transmissão pelos meios de comunicação. Estiveram presencialmente no local representantes das comunidades e movimentos da igreja local e padres e diáconos da Diocese de São José dos Pinhais.

Paulo Cavalheiro da Silva, o Paulinho, recebeu o sacramento da ordem no grau do diaconato permanente pela imposição de mãos do bispo Dom Celso Antônio Marchiori. O bispo falou da graça de ter um bom número de padres na diocese e da importância dos diáconos. “Paulinho, você está entrando nesse grupo dos apóstolos do Senhor. Que você possa também nos ajudar a favorecer ao povo a experiência que Nosso Senhor Jesus Cristo nos propõe no Evangelho. Que Nossa Senhora e São José acompanhem seu ministério e lhe protejam de todos os males”, disse Dom Celso.

O novo diácono disse que, em muitas situações, durante a escola diaconal, ficava imaginando como seria esse momento. “E ele chegou. Estou feliz por ser diácono da Igreja Católica Apostólica Romana. Diante disso, só me resta agradecer ao bom Deus pela minha vocação. Ser diácono é ser a voz presente na igreja de Cristo”, disse Paulinho em seu discurso. Ele também dirigiu palavras ao bispo. “A Dom Celso, minha gratidão e reconhecimento pelo que realizou em minha vida”, destacou. Ele também agradeceu ao que se empenharam para que este momento acontecesse, aos movimentos da paróquia Nossa Senhora das Graças, principalmente o Cursilho, e a seus familiares.

O pároco local, padre Thiago Zella Hoffmann, enalteceu o ‘sim’ de Paulinho e de sua família. Lembrou do convite, feito por ele e pelo diácono Robson de Souza, durante uma romaria. “Temos uma paróquia grande, com 18 comunidades e quatro movimentos, mas a graça de Deus está conosco”, disse.

 

Trajetória

O histórico de Paulo nos trabalhos da igreja desde sua juventude foi destacado por representantes da comunidade, como os tempos em que era animador das músicas nas celebrações e quando esteve à frente do movimento de Cursilho. Segundo o prefeito Maicon Grosskopf, que também discursou, é agora uma alegria tê-lo como diácono. Depois do convite ao diaconato, foram três anos de estudos na escola diaconal e outros trabalhos até a sua ordenação diaconal.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email