terça-feira, 9
 de 
agosto
 de 
2022

Com mais veículos nas ruas da região, é preciso mais cuidado no trânsito

No município de Piên, a frota de veículos cresceu em mais de 200 carros comparando os anos de 2014 e de 2015. Foto: Arquivo/O RegionalO número de veículos em circulação no suleste paranaense segue a tendência de crescimento. A região fechou o último ano com uma frota de pouco mais de 142 mil, somando os números das dez cidades que a compõem.
O aumento da frota regional em 2015, comparado com os dados de 2014, foi de 5,4%, segundo informações do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran/PR). No entanto, esse crescimento foi menor do que o verificado em 2014, quando o número de veículos havia crescido 7,2%.
A maior frota da região continua sendo a de Fazenda Rio Grande, que agora tem 41.739 cadastros. A Lapa vem em seguida com 24.002 veículos. Fazenda também tem a maior taxa de crescimento, com um aumento de 7,5% em 2015.
O menor número de veículos está em Campo do Tenente, com 3.241. Em Agudos do Sul são 4.845 cadastros. Em termos percentuais, o menor crescimento se deu em Rio Negro, com aumento da frota em 2,9%.
O aumento na quantidade de veículos reflete no trânsito das cidades. Isso exige cada vez melhor infraestrutura, maior cuidado por parte dos motoristas e também mais fiscalização por parte das autoridades competentes.
O sargento Horning, da Polícia Militar de Mandirituba, orienta que é necessária toda atenção dos motoristas ao dirigir, além do uso de cinto de segurança nos carros e capacete para os motociclistas, sem esquecer da documentação exigida. “O intuito principal de nossas fiscalizações é apreender armas e drogas, mas estamos atentos também às questões de trânsito para que ele seja mais seguro”, completa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email