quarta-feira, 12
 de 
junho
 de 
2024

Com investimento bilionário, Grupo Potencial anuncia novo projeto na Lapa

Autoridades no evento realizado na Lapa. Foto: O Regional
Autoridades no evento realizado na Lapa. Foto: O Regional
Lançamento da pedra fundamental da indústria esmagadora de soja e inauguração da ampliação da indústria de biodiesel contou com presença do vice-presidente Geraldo Alckmin, do governador Ratinho Junior e do prefeito da Lapa, Diego Ribas, nesta sexta-feira (30).

 

Autoridades nacionais e estaduais estiveram na Lapa nesta sexta-feira (30) para o lançamento da pedra fundamental da indústria esmagadora de soja e para a inauguração solene da ampliação da indústria de biodiesel do Grupo Potencial. O ato ocorreu na planta de biodiesel no complexo industrial do grupo no município.

A Potencial investe nesta primeira fase da obra cerca de R$ 1,7 bilhão. Segundo a empresa, é o maior investimento dos próximos anos do grupo, que une tecnologia, sustentabilidade e qualidade, sendo referência no desenvolvimento tecnológico mundial e diferencial para o setor do agronegócio brasileiro. A expectativa é de gerar cerca de 250 postos de trabalho diretos e até 3 mil indiretos.

O grupo projeta se colocar entre os líderes mundiais do setor de esmagamento com capacidade de processamento de 3,5 mil toneladas por dia, o que equivale a 1,15 milhão de toneladas de soja por ano. Segundo o presidente do Grupo Potencial, Arnoldo Hammerschmidt, cada litro de biodiesel produzido no nosso país significa menos um litro de diesel fóssil importado. “O biodiesel é o combustível do presente e também do futuro”, declarou.

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, destacou que a Potencial é referência para o Brasil em produção de energia limpa. Ele enalteceu que o novo empreendimento do grupo paranaense confirma o bom momento do estado na atração de investimentos privados. “Temos uma cadeia produtiva muito bem organizada, mas também um poder público que tem uma visão estratégica e compromisso com o desenvolvimento econômico sustentável”, enfatizou.

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, disse que o Paraná é um exemplo de sustentabilidade e que a indústria de biocombustíveis é estratégica para o desenvolvimento econômico do Brasil. “A descarbonização é uma exigência do nosso tempo”, declarou, dizendo ainda que agricultura e indústria andam juntas.

O evento contou ainda com a participação do prefeito Diego Ribas, deputados e demais autoridades ligadas ao setor. Os governantes puderam também conhecer a planta da empresa na Lapa.

Vice-presidente, governador e demais autoridades no descerramento da placa na Lapa. Foto: O Regional
Vice-presidente, governador e demais autoridades no descerramento da placa na Lapa. Foto: O Regional



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email