terça-feira, 24
 de 
maio
 de 
2022

As prefeituras são, também, prestadoras de serviços

Não é difícil você encontrar nas prefeituras governantes, secretários e servidores que têm muita dificuldade de lidar com a crítica ou reclamação. Antes de mais nada é importante destacar que prefeituras são, também, prestadoras de serviços. Sendo assim, naturalmente aqueles que usufruem desses serviços poderão criticar, reclamar ou elogiá-los, neste último caso, culturalmente é menos provável.

E, atualmente, é fundamental ainda levar em consideração que vivemos na era digital e tecnológica. Um serviço mal feito, por exemplo, pode repercutir em poucos minutos nos grupos de Whatsapp ou numa postagem compartilhada no Facebook. Nas empresas, as que prezam pelo bom atendimento, há o que eles chamam de pós-venda, serviço de atendimento ao cliente, os 0800, entre outros canais de contato. Quando algo dá errado com seus produtos e serviços a intenção é ouvir e resolver. As empresas, as boas, não ficam bravas ou passam a perseguir aqueles que fazem a crítica ou reclamação.

Talvez falte (pouco ou muito) essa consciência na gestão pública de alguns governos locais. Muitas vezes existe por parte desses governos discordância e até irritação com o que foi divulgado, ao invés da existência do bom diálogo, do reconhecimento às falhas e do compromisso com a correção.

Governantes, gestores e servidores, em diversas ocasiões, não entendem que uma crítica ou reclamação pode ser uma excelente oportunidade para demonstrar a capacidade de resolutividade e eficiência. Voltar atrás num programa que não deu certo, responder com mais transparência sobre os gastos, ou até corrigir um redutor de velocidade que gerou críticas é uma forma de comprovar a boa prestação de serviço.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email