sábado, 29
 de 
janeiro
 de 
2022

Arauco fecha 2021 com projetos para educação

Incentivo à leitura é uma das ações da empresa. Foto: Divulgação/Arauco
Ações contemplam formação de professores, educação ambiental e apoio a futuros atletas, além de distribuição de livros e cadernos

A empresa Arauco, uma das maiores na área florestal das Américas, está fechando 2021 com uma série de ações e projetos voltados à educação. Ao longo do ano, foram cinco iniciativas, algumas ainda em atuação, que buscaram aprimorar os processos de ensino e aprendizagem, qualidade de vida e a compreensão sobre a importância da ecologia entre as crianças.

Buscando contribuir com a melhora do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), indicador adotado pelo Governo Federal para medir a qualidade do ensino nas escolas públicas, o projeto de formação de professores da Arauco abrangeu os municípios de Água Clara (MS), Aparecida do Taboado (MS), Inocência (MS), Paranaíba (MS), e as cidades paranaenses de Arapoti, Curiúva, Doutor Ulysses, Jaguariaíva, Sengés, Campo do Tenente, Piên e Quitandinha.

Em Arapoti, por exemplo, o ‘Método das Boquinhas’, usado tanto para a alfabetização quanto para reabilitar dificuldades de leitura e escrita, a partir da conscientização fonoarticulatória, foi realizado junto aos estudantes no sistema de som da fala e utiliza estratégias articulatórias, além das fônicas e visuais, conforme detalhou o secretário municipal de Educação e Cultura, José Carlos de Carvalho. “Temos muito a agradecer à Arauco pelo apoio. A implantação desse método de alfabetização vai representar um avanço significativo para a nossa rede”, afirmou.

Na área ambiental, a empresa, que já protege 90 mil hectares de área de florestas nativas, desenvolveu um vídeo interativo, o qual os docentes trabalharam a temática nas escolas. As crianças ainda participaram de um concurso que consiste na elaboração de um desenho sobre o vídeo assistido e cada turma participante do projeto terá um ganhador, que vai levar para casa um troféu e um conjunto de lápis de cor.

Outro projeto é o ‘Formando Cidadãos e Atletas para o Futuro’, que teve como proponente a Associação São Bento de Futebol, com o intuito de preencher o tempo ocioso de crianças e adolescentes com a prática do futebol e propiciar a aprendizagem de habilidades com caráter educativo, recreativo e esportivo. O projeto, que ocorre em São Bento do Sul, conta com o aporte da Arauco desde 2017, e já atendeu aproximadamente 600 crianças até 2018, e em 2021, por conta da pandemia, beneficiou cerca de 65 jovens da região, com idades entre 11 e 17 anos.

A promoção da leitura também esteve na pauta da empresa e no município de Sengés, a iniciativa ‘Estante de Histórias’, por meio do proponente VR Projetos, entregou 10 estantes, cada uma com 100 livros infantis, 100 gibis, 10 dedoches, um tapete, três sacolas, uma cortina de cenário e cinco cartilhas para professores. A iniciativa também realizou uma oficina online que contou com a participação de de 114 educadores.

Por fim, houve o projeto “Muda Mundo”, com o propósito de trabalhar autoestima do educador e o seu papel fundamental na construção de valores, com a distribuição de milhares de livros foram distribuídos às escolas. Proposto pela Milani & Ostermann com assessoria da VR Projetos, a ação distribuiu, em março, na cidade de Sengés, e em junho, nos municípios de Imbaú, Campo do Tenente e Piên, 13 mil livros, 1.060 cadernos de professores, 1.060 blocos, 1.060 certificados e 1.060 sacolas. Para 2022, a previsão é a entrega, em Jaguariaíva, de 800 conjuntos de seis livros (4.800 exemplares), 420 cadernos do professor, 420 blocos, 420 certificados e 420 sacolas, além de oficinas para educadores agendadas para fevereiro de 2022. O projeto é voltado a professores e alunos do ensino fundamental das escolas públicas municipais.

 



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email