logo aen
banner-caicara
ps-banner468x60
<< >>

Quitandinha amplia água tratada no interior e garante novos investimentos

20 de dezembro de 2017 em Geral - Comente

Equipe da prefeitura tem sido a responsável pela realização da mão-de-obra na rede de Mato Branco. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de QuitandinhaLevar água tratada para as comunidades rurais foi eleita uma das prioridades pela prefeitura de Quitandinha. Atuando de forma intensa neste sentido, importantes investimentos estão sendo efetivados, além de outros já assegurados para o próximo ano.

Uma das obras em fase final é a implantação da rede da comunidade de Mato Branco, onde a Sanepar está investindo cerca de R$ 350 mil. “A Sanepar disponibilizou todo o material e é responsável pelo apoio técnico, ficando a cargo da prefeitura a realização da mão-de-obra. Ao todo, são 110 ligações beneficiando aproximadamente 600 pessoas”, relata o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Jeferson Wojcik. “O poço já está perfurado e todos os testes de qualidade da água foram realizados. A previsão é de que as obras sejam finalizadas no mês de janeiro, após a conclusão das ligações e a implantação do sistema de bombeamento”, detalha.

A prefeitura também aguarda a chegada de canos para a ampliação da rede do Centro, beneficiando as localidades de Moreiras, Praia Grande e Macedônia. “São comunidades próximas da área central que não são atendidas com água tratada. Teremos cerca de 120 novas ligações”, conta Jeferson. Esta obra deve ser iniciada no mês de janeiro.

Também para 2018, a Sanepar confirmou a efetivação do sistema em mais duas comunidades onde os poços já estão perfurados. “No Campestre, serão 190 ligações, enquanto que na Cachoeira do Ipanema serão 120 pontos. A Sanepar trabalha de forma coordenada, com isso, estes serviços somente serão iniciados após o término dos demais investimentos em andamento no município”, salientou Jeferson.

A prefeita Maria Julia Wojcik destacou o empenho da administração em ampliar o sistema de água tratada na área rural. “Estamos em contato direto com a Sanepar, que tem sido bastante solícita às nossas reivindicações. Temos outros projetos cadastrados e que devem ser liberados a partir do segundo semestre do próximo ano. Seguimos trabalhando para levar maior estrutura e qualidade de vida à população do interior”, concluiu.

Deixe seu comentário