logo aen
banner-caicara
ps-banner468x60
<< >>

Obras de pavimentação asfáltica de 11 ruas estão na reta final em Tijucas

10 de novembro de 2017 em Cidades - Comente

Em algumas ruas está sendo finalizado o plantio de grama. Foto: Arquivo/O RegionalEstão na reta final as obras de pavimentação asfáltica em 11 ruas no perímetro urbano de Tijucas do Sul. O investimento total é de R$ 2.702.253,44, sendo que R$ 2.500.000,00 foram obtidos por meio de financiamento junto a Sedu e R$ 202.253,44 foram de contrapartida municipal.

De acordo com a prefeitura, as ruas Prefeito João Camargo, Presidente Médici, Miguel Maoski, Manoel Alves de Oliveira, Prefeito João Boniecki e Professor Manoel da Cruz estão sendo asfaltadas com paralelepípedo. Já as vias Emília Camargo de Lima, Antônio Chicóvis, Antonieta Ribas de Camargo, Ana Maoski Boniecki e Manoel Osmário da Cruz foram contempladas com pavimentação em CBUQ. Ao todo, foram asfaltados 19.301,57m², totalizando cerca de 2,7 quilômetros de extensão linear. Além disso, a rua Benjamim Dissenha Sobrinho e complemento da via Manoel Osmário da Cruz receberam drenagem de águas pluviais. “Todas as ruas já receberam os serviços de drenagem e calçadas em lajotas com piso tátil. Estamos agora realizando os trabalhos de acabamento, base e pavimento em três ruas, enquanto que as demais já se encontram asfaltadas, sendo efetivado nesta semana o plantio de gramas. Nas vias com CBUQ, realizaremos ainda a sinalização horizontal”, detalha o engenheiro da prefeitura, Fernando Cezanoski.

Em outras vias, o trabalho da base está sendo concluído pela empresa responsável. Foto: Arquivo/O Regional

As obras foram iniciadas em outubro do ano passado e tem prazo para serem concluídas até o mês que vem. “Se as condições climáticas foram favoráveis e tudo ocorrer dentro do previsto, queremos em 20 dias de trabalho finalizar todos os serviços”, estipula Fernando, justificando o atraso nas obras. “Quando foi realizada a licitação, o preço total teve um desconto de quase R$ 230 mil. Com este valor, foi feito um primeiro aditivo para novas pavimentações e drenagem. Posteriormente, foi constatada a necessidade de mais alguns serviços e asfalto, sendo realizado um segundo aditivo, onde foram investidos mais R$ 116.934,28 de contrapartida da prefeitura. Todas estas obras não estavam previstas no contrato inicial, por isso, houve esta demora maior”, concluiu Fernando.

Deixe seu comentário