logo aen
banner-caicara
ps-banner468x60
<< >>

Buscando diversificar produção, Mandirituba estuda iniciar piscicultura

18 de agosto de 2017 em Geral - Comente

Comitiva de Mandirituba conheceu modelo de gestão implantado em União da Vitória. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de MandiritubaApesar de todo o esforço, Mandirituba ainda sente os efeitos da grave crise que atingiu a avicultura e deixou centenas de famílias desamparadas e endividadas. Buscando fortalecer e diversificar a agroindústria, o prefeito Luís Antônio Biscaia esteve nesta semana na cidade de União da Vitória, para conhecer o sistema de criação, abate e comercialização de peixes.

Acompanhado do secretário municipal de Indústria, Edelar Comparin, da secretária de Agricultura, Alessandra Clemente, e dos vereadores Guilherme Chupel e Bernardo Palú, Luís Antônio conheceu detalhadamente todo o modelo implantado pela Emater, com o apoio da prefeitura. Este projeto, que foi efetivado há seis anos, conta atualmente com 100 tanques de criação de peixes e um abatedouro com capacidade de 400 quilos por dia. Os excelentes resultados proporcionarão um novo abatedouro, o qual iniciará a operação nos próximos meses, este com capacidade diária de até 1.500 quilos. “Estudos técnicos apontam que a piscicultura é uma alternativa rentável e estamos buscando conhecer experiências em municípios onde ela já é realidade. Queremos diversificar a produtividade, levando mais renda e qualidade de vida aos agricultores”, destaca Alessandra.

O prefeito Luís Antônio reforçou o compromisso em fortalecer a agroindústria no município. “Temos nos preocupado em apresentar alternativas rentáveis para que este importante segmento se desenvolva. A piscicultura é uma delas e podemos, como poder público, incentivá-la comprando parte da produção para implantar na merenda escolar, promovendo uma alimentação de qualidade e gerando renda”, ressaltou o prefeito, citando outros projetos. “Estamos incentivando a produção de morango e agora teremos também a implantação da usina regional do leite. Estamos buscando mecanismos para que o agricultor permaneça no campo, inicie seus negócios e se tornem grandes empreendedores”, concluiu.

Deixe seu comentário