logo aen
banner-caicara
ps-banner468x60
<< >>

Governo promove orientação para mulheres quilombolas da Lapa

28 de julho de 2017 em Geral - Comente

Diversos atendimentos foram realizados pela equipe do estado em parceria com a prefeitura. Foto: Aliocha Maurício/SEDSA comunidade quilombola da Lapa foi o local escolhido para lembrar o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha e Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra, na última terça-feira. A Coordenação da Política da Mulher (CPM), da Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social, em parceria com a prefeitura da Lapa, ofereceu serviços de orientação para mulheres da comunidade e atividades de convivência.

A Lapa abriga a maior concentração quilombola da Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Nas comunidades do Feixo, Mariental e Vila Esperança, vivem cerca de 700 famílias, muitas descendentes de escravos. A principal atividade é o cultivo de tubérculos, legumes e hortaliças.

A Coordenação da Política da Mulher levou o Ônibus Lilás para a comunidade quilombola. Ana Cláudia Machado, coordenadora da CPM, explicou que a unidade móvel oferece serviços de assistência social, orientações psicológicas e jurídicas. “Temos conquistado avanços para acabar com discriminação e combater a violência. Com esse ônibus conseguimos alcançar áreas distantes dos centros urbanos”, comentou Ana Cláudia.

Mulheres aproveitaram o evento para serem atendidas no ônibus. Algumas buscavam saber de seus direitos quanto a questões previdenciárias e outras, quanto a situações de família. Claudete Barbosa Batista nasceu e viveu todos seus 45 anos na comunidade quilombola. A comemoração foi importante para ela. “A gente se sente mais valorizada. É um dia especial”, disse, alegre. Para Claudete houve grandes avanços nas políticas de igualdade racial. “Estamos melhor orientados e mais aceitos na sociedade. Hoje já estamos quase iguais”, afirmou.

Deixe seu comentário