logo aen
banner-caicara
ps-banner468x60
<< >>

Tijucas do Sul registra baixa arrecadação com o Refis e o IPTU

14 de junho de 2017 em Cidades - Comente

Henrique mostra os mais de 600 carnês do IPTU que ainda não foram retirados na prefeitura. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Tijucas do SulEm uma delicada situação financeira, com dívidas que ultrapassam a casa dos R$ 12 milhões, a prefeitura de Tijucas do Sul vem buscando fortalecer a arrecadação. No entanto, a baixa adesão ao programa de Recuperação Fiscal (Refis) e a alta inadimplência com o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) tem preocupado a administração.

Lançado no início de março, o Refis teve apenas 200 registros de adesões, onde foram arrecadados pouco mais de R$ 45 mil até o final do mês de maio. “Em 75% destas renegociações, os contribuintes estão rigorosamente em dia com os pagamentos”, relata o diretor de finanças e tributos da prefeitura, André Alexandre Rocha. Atualmente, a prefeitura tem, inscrito em dívida ativa, R$ 10 milhões para receber. “Deste montante, metade está em cobrança via processo judicial”, destaca André, reforçando que o Refis seguirá até o mês de agosto. “Os contribuintes com débito estão sendo notificados e caso não renegociem suas dívidas, a municipalidade irá entrar com processo judicial”, salienta. Vale ressaltar que através do Refis o contribuinte poderá parcelar suas pendências em até 36 vezes e terá descontos em juros e multa.

Em relação ao IPTU, a administração emitiu 2.132 carnês e até o momento cerca de 600 sequer foram retirados na prefeitura. “No ano passado tivemos uma inadimplência de 52% e neste ano, ao que tudo indica, novamente este índice se manterá, já que mesmo com desconto, o pagamento à vista arrecadou somente cerca de R$ 90 mil”, comenta André. Agora, com o vencimento da segunda parcela, a prefeitura contabiliza pouco mais de R$ 180 mil dos R$ 523.424,99 lançados. “Temos outras duas parcelas que vencerão nos meses seguintes em aberto. Esperamos que haja uma conscientização dos contribuintes, reforçando que neste imposto todo valor arrecadado fica no município, sendo aplicado em diversas frentes”, destaca.

De acordo com o fiscal de posturas, Henrique Rafael dos Santos Arruda, a fiscalização será reforçada, primeiramente com as empresas, depois para as pessoas físicas. Maiores informações sobre o Refis e o IPTU podem ser obtidas diretamente na prefeitura ou pelo telefone 3629 1186.

Deixe seu comentário