logo aen
banner-caicara
ps-banner468x60
<< >>

Politicando 14/06/2017

14 de junho de 2017 em Politicando - Comente

Irmãos Dias

Tem muita gente apostando que os irmãos Alvaro Dias (PV) e Osmar Dias (PDT) vão levar até metade do ano que vem a definição sobre suas candidaturas ao pleito de 2018. Há chances, inclusive, de Alvaro Dias sair candidato para o governo do estado com o irmão candidato ao senado. A chapa teria ainda Gustavo Fruet (PDT) como candidato a vice-governador ou na outra vaga de senador. Tudo pode!

PSDB com Temer

Nem todo tucano gostou, mas a direção nacional do PSDB decidiu na última segunda-feira que o partido vai continuar com o presidente Michel Temer (PMDB). O ex-ministro da Justiça, Reale Junior, após o comunicado da sigla, decidiu deixar o PSDB. Outra situação insustentável é a presença do senador Aécio Neves no Congresso. O Supremo Tribunal Federal (STF) já pediu seu afastamento, mas a direção da casa ainda não tomou as providências. Cada vez mais o ex-presidenciável afunda o ninho tucano.

Fazenda Rio Grande

A Associação Comercial e Industrial de Fazenda Rio Grande (Acinfaz) vem trabalhando numa proposta que pretende pensar e planejar a cidade para os próximos 20 e 50 anos. Algumas reuniões de trabalho neste sentido já estão sendo realizadas e a prefeitura, o Sebrae e a Federação das Indústrias do Paraná – Fiep foram convidadas para contribuir. Mesmo parecendo algo distante, a iniciativa recebeu apoio dos associados da entidade.

Pinhais

Ex-prefeito de Pinhais, Luizão Goulart. Foto: DivulgaçãoO ex-prefeito de Pinhais, Luizão Goulart (foto) (sem partido), vem sendo presença constante em eventos que tratam de gestão pública de cidades. Recentemente, ele foi um dos palestrantes do Congresso Brasileiro de Observatórios Sociais e falou sobre os avanços e desafios durante os dois mandatos à frente da prefeitura. Luizão teve votação recorde para a reeleição e finalizou o mandato com uma das maiores aprovações públicas do país.

Lapa I

Em todos os municípios é grande a pressão pelos cargos comissionados. O prefeito da Lapa, Paulo Furiati (PMDB), vem conseguindo segurar o anseio de partidos e aliados e até o momento trabalha com 59% do total de vagas disponíveis para os cargos de confiança. A prefeitura poderia contratar até 76 pessoas nessa modalidade, até agora a gestão tem 45 comissionados. O custo mensal, divulgado no final de abril, era de R$ 177 mil.

Lapa II

E por falar na Lapa, no último sábado de maio a cidade sediou um encontro do grupo criado há mais de 20 anos com a intenção de separar os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná do restante do Brasil. O movimento “O Sul é meu país” realizou um encontro no restaurante Mickey para reforçar a tese da independência dos três estados. O objetivo do movimento é realizar um plebiscito consultivo com o voto de toda a população dos três estados.

Quitandinha

Embora mais distante dos meios de comunicação e sem uma posição de chefia na atividade pública, o ex-prefeito de Quitandinha, Neco Prado (PDT), continua sendo lembrado numa eventual candidatura na região para a Assembléia Legislativa. Muitas lideranças acreditam que Neco Prado cumpriria da melhor forma possível o papel de representante dos municípios locais. Atualmente, o ex-prefeito está na coordenação dos serviços da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec).

Campo do Tenente

O secretário de Obras da prefeitura de Campo do Tenente, Lourenço Paini (PMDB), destaca que neste primeiro semestre do ano o ritmo de trabalhos aconteceu dentro do planejado, com prioridade para a manutenção das estradas vicinais no interior e organização do perímetro urbano. Paini lembra que o setor cumpre múltiplas funções no município e a população vem avalizando o andamento dos trabalhos.

Deixe seu comentário